Clareamento Dental

Ficar com os dentes branquinhos é com certeza o sonho da grande maioria dos pacientes que vêm ao consultório. Porém, o paciente que desejar realizar esse procedimento deve saber em primeiro lugar, que não é aconselhado fazer este procedimento em dentes que estejam cariados, com tártaro ou que apresentem grande sensibilidade.

Deve-se antes de tudo, restaurar todos os dentes cariados ou que possuam restaurações antigas, fazer uma boa limpeza e aplicar dessensibilizante nas regiões de exposição de raiz, e depois, fazer o clareamento dos dentes.

Clareamento de Consultório ou à Laser

O Clareamento Dental à laser consiste em geralmente 3 sessões, em média uma hora de duração cada, na qual é aplicado sobre os dentes, um gel de peróxido de hidrogênio ou peróxido de carbamida, que são responsáveis pela modificação da cor dos dentes. Estes géis são ativados por uma luz específica, e ao reagirem, promovem o clareamento dos dentes. O clareamento de dentes à laser pode causar alguma sensibilidade. Isso pode variar de um paciente para outro e da estrutura de cada dente. Em geral, estes clareamentos promovem uma maior sensibilidade que os de uso caseiro, pois são mais potentes para que possam fazer em poucas sessões o que o clareamento caseiro faria em dias ou semanas.

Clareamento Caseiro

Apesar de muitas vezes ser uma escolha do paciente em fazer o clareamento caseiro, o mesmo precisa ser indicado pelo dentista, pois o seu caso pode não ser o mais indicado para esse tipo de tratamento. Então, muito cuidado ao decidir fazê-lo por conta própria. Mas como funciona o procedimento?

Muito simples, na primeira consulta, o dentista fará a moldagem para confecção da moldeira, que é personalizada e única para cada paciente. É nessa moldeira que o paciente aplicará o gel clareador em casa conforme as orientações do profissional. Antes de começar o tratamento, o dentista também registra a cor inicial dos dentes e indica todos os cuidados com a higiene bucal e alimentação durante o tratamento. Será preciso também a realização de consultas periódicas ao longo do tratamento, para acompanhar de perto a evolução do clareamento, avaliando a necessidade de intervenções.

O resultado final do clareamento caseiro é tão bom quanto ou até melhor que o do clareamento de consultório, ocasionando menos sensibilidade e um melhor controle tratamento.

Clareamento Interno

Talvez você nunca tenha ouvido falar desse tipo de clareamento, mas ele é mais comum do que você imagina.

O clareamento interno geralmente é realizado em dentes que já passaram por algum tipo de tratamento de canal, pois por muitas vezes ao ser tratado o canal , o dente perde a vitalidade e começa a escurecer. O grande objetivo desse tratamento é branquear os dentes e restabelecer seu tom original sem desgastar ainda mais o esmalte dental e a estrutura dos dentes. 

Em média, são necessárias três seções para que o dente volte a ter uma coloração mais natural e saudável.

Assim como nos outros tipos de clareamento, os pacientes que realizam o clareamento interno têm de ficar evitar consumir alimentos e bebidas que possam manchar o dente novamente, ao menos nos primeiros dez dias após o tratamento.

  • Instagram
  • Facebook Social Icon

© 2018 por Odontologia Moraes