Estética Dental

Os dentes perfeitos podem ser herança genética, no entanto para aqueles que não foram favorecidos pela natureza, existem atualmente técnicas que corrigem desde as mínimas imperfeições até casos graves de má formação dentária. 

Seguindo os princípios básicos aplicados a odontologia estética em associação a diferentes procedimentos como; restaurações a base de nanocompósitos, confecção de facetas, coroas ou fragmentos de porcelana, torna-se possível alterar cor, formato entre outras características de um ou mais elementos dentais que desagradem o paciente, resultando em excelente estética, muito próxima ao dente natural. 

Estética Dental com Resinas Compostas

Graças aos avanços da Dentística, hoje temos as resinas compostas nanoparticuladas. Essas permitem um trabalho perfeito onde você altera a cor e o formato dos dentes em uma só sessão trazendo naturalidade dente por dente conseguindo o sorriso desejado. 

Apesar dos resultados maravilhosos das resinas, seu trabalho ainda é inferior em alguns aspectos as porcelanas, pois as resinas tem menor durabilidade e maior pigmentação em relação as porcelanas. 

Estética Dental com Facetas, Coroas, Fragmentos ou Lentes em Cerâmica

Com o desenvolvimento da Odontologia surgem cada vez mais opções de procedimentos para tornar o sorriso atraente. Um deles, a lente de contato dental, vem se tornando cada vez mais popular, principalmente entre os famosos.

Lente de contato dental consiste em um laminado extrafino que é colado sobre a superfície externa dos dentes.

Por ser muito fina, se assemelha com a lente de contato ocular, daí o motivo de ter recebido esse nome. Os termos facetas, coroas, fragmentos e lentes de contato são apenas variáveis de um mesmo tratamento. 

Primeiramente, o cirurigião dentista deve entender os motivos que levaram o paciente a optar pelas lentes de contato dental e avaliar se este é, realmente, o procedimento mais vantajoso e adequado para o caso. Logo em seguida inicia-se o processo realizando o Mock Up.

Mock up

Em alguns casos, o paciente pode ter uma prévia de como ficará o sorriso após a colocação da lente de contato dental por meio da aplicação de uma resina bisacrílica sobre os dentes naturais, sem que nenhum desgaste seja necessário.

O material dura no máximo dois dias é indicado para quem ainda não está seguro e gostaria de visualizar os resultados antes de investir altos valores em laminados definitivos. Após aprovação do tratamento pelo paciente vamos para o passo seguinte: o Preparo dos dentes.

Preparo dos dentes

Após paciente e odontologista chegarem a um consenso sobre a cor, formato e posição das lentes, é necessário preparar os dentes originais para recebê-las.

Para isso, a superfície do dente recebe pequenas alterações por meio de desgastes.

Produção

Após o preparo dos dentes, a boca é escaneada com uma câmera 3D e o novo sorriso é desenhado no computador ou é feita uma moldagem super precisa e o processo de desenho do sorriso é feito artesanalmente pelo laboratório. 

 

Por fim, a lente de contato dental é produzida manualmente ou em uma máquina que funciona como uma impressora 3D.

Colocação

A última fase consiste na colocação das lentes, já prontas, por meio de uma espécie de adesivo líquido.

Nesta etapa, é essencial que detalhes de encaixe e tamanho sejam milimetricamente adequados pelo profissional.

Como é feita?
Quanto tempo dura a lente de contato dental?

Há relatos nas pesquisas que afirmam que a duração é de até 20 anos. O tempo é muito relativo, já que depende de alguns fatores que variam de paciente para paciente. Ou seja, não adianta investir na técnica e deixar de lado uma higienização oral adequada e seguir com hábitos ruins. Essas atitudes podem diminuir o tempo útil da lente, porque apesar de serem feitas com material resistente, a cooperação do paciente é imprescindível.

Quais os principais cuidados para conservação das lentes de contato?

A boa higienização oral é mais do que obrigatória durante qualquer tratamento. E claro, as visitas periódicas ao dentista não devem acabar depois da colocação das lentes. É preciso evitar o mau hábito de roer as unhas, além de não usar os dentes para morder ou tentar abrir objetos, por exemplo. É bom redobrar os cuidados em pacientes com hábitos parafuncionais, como o bruxismo, com o uso de um dispositivo de proteção dos dentes, como as placas de relaxamento ou aplicação da toxina botulínica.

As lentes de contato precisam de consulta de retorno?

Sim, assim como qualquer procedimento odontológico, as lentes de contato dentais necessitam do acompanhamento de um profissional depois de feita. Se não houver alguma intercorrência, como fraturas ou deslocamentos das lentes, esta revisão pode ser feita de seis em seis meses ou uma vez ao ano, durante as visitas periódicas ao dentista. É sempre importante observar se as lentes de contato estão certinhas e não teve alguma irregularidade.

  • Instagram
  • Facebook Social Icon

© 2018 por Odontologia Moraes